Vida

"Ganhem vergonha suas medíocres, amem os vossos filhos e deixem os pais estarem com eles"

Liliana Aguiar utilizou o Instagram para partilhar com os seus seguidores a sua opinião 

Liliana Aguiar utilizou as redes sociais para partilhar a sua opinião acerca das mulheres que proíbem os pais de estar e de ver os filhos em casos de divórcio. Visivelmente indignada, a empresária pede que seja feita justiça.

"Tanta mulher por aí mal resolvida, que teimam em tentar prejudicar quem está feliz. Utilizam os filhos como bonecos para prejudicar os progenitores", começou por escrever.

"Violência psicológica a crianças devia ser punida com prisão perpétua, assim estas mulheres iam parar ao sítio certo. Ganhem vergonha suas medíocres, amem os vossos filhos e deixem os pais estarem com eles até porque vocês é que deviam ser proíbidas por lei de respirar o ar que eles respiram.", acrescentou.

A antiga apresentadora, que tem dois filhos de pais diferentes e que está neste momento grávida, não especificou as razões da sua partilha.

"Uma mãe que proíbe um pai de ver e estar com um filho devia ser presa e maltratada. Os filhos são seres preciosos e nunca devem ser envolvidos nos desentendimentos dos adultos. A justiça em Portugal cada vez está melhor a tratar destes assuntos, mas falta punir estas mulheres", rematou.

Liliana Aguiar, de 38 anos, deu por encerrado, em agosto deste ano, um processo em tribunal entre ela e o ator José Carlos Pereira para estabelecer a guarda partilhada do filho de ambos.