Sociedade

Banhista ficou isolado no mar em Aljezur e bombeiro nadou para o salvar

Apesar dos primeiros socorros prestados no local, o homem teve de ser transportado para o Hospital de Portimão, uma vez que apresentava sinais de hipotermia.

DR  

Um banhista ficou isolado numa rocha, rodeado pelo mar devido à subida da maré, enquanto dava um passeio na praia de Vale dos Homens, em Aljezur. O homem, de 52 anos, ficou em perigo sobretudo porque não sabia nadar. O resgate teve de ser feito com o auxílio de um helicóptero, mas o grande herói foi um bombeiro.

De acordo com o comandante Conceição Duarte, da Capitania do Porto de Lagos, citado pelo Correio da Manhã, deslocaram-se para o local dois agentes da Polícia Marítima (PM) , uma viatura do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e bombeiros.

O bombeiro Hélio Oliveira nadou até ao local onde estava a vítima e colocou-lhe um colete salva-vidas. Durante cerca de duas horas e meia, o bombeiro, de 25 anos, ficou ao lado do homem, com o apoio de um elemento do ISN, até à chegada do helicóptero.

"Avaliou-se a situação e verificou-se que não era possível fazer o resgate do banhista por terra, nem em segurança por mar, pelo que foi pedido apoio aéreo para efetuar o resgate", disse o comandante Conceição Duarte, que coordenou a operação de resgate.

Apesar dos primeiros socorros prestados no local, o homem teve de ser transportado para o Hospital de Portimão, uma vez que apresentava sinais de hipotermia.