Vida

Homem com amnésia na Escócia pode ser português

Um pormenor no relógio fez as autoridades ponderarem que a nacionalidade do doente era portuguesa

Um homem com amnésia e sem identificação que está na Enfermaria de Edimburgo, na Escócia, há perto de um mês, pode ser português.

Depois de se ter sentido mal durante a visita à Catedral de Santo Egídio, no passado dia 20 de setembro, o homem foi levado para o hospital mas não se consegue lembrar de nada.

As autoridades estão a tentar descobrir a nacionalidade do doente que deverá ter cerca de 60 anos de idade.

Foi um pormenor no relógio de pulso que usa colocou a hipótese do homem ser de nacionalidade portuguesa. O relógio da marca Porsche, com uma pulseira de prata e mostrador azul e branco tem os dias da semana escritos em português.

As autoridades revelaram ainda que o homem caucasiano, de constituição média, tem olhos claros, cabelos castanho claros, tem ainda quatro tatuagens – uma borboleta no braço esquerdo, um cavalo-marinho no direito e duas inscrições em mandarim em ambas as pernas – e usa óculos. No apelo público foram também divulgadas as roupas que o homem usava no dia em que foi encontrado: chape e casaco azul, camisa xadrez em tons vermelhos, calças verde tropa e umas botas Timberland castanhas.