Sociedade

Dirigentes de instituição de solidariedade de Vila Nova de Gaia detidos

Em causa estão crimes de peculato, administração danosa e burla

Os dirigentes de uma instituição de solidariedade social de Vila Nova de Gaia foram detidos, esta quarta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte.

De acordo com um comunicado da PJ, citado pelo Correio da Manhã, o presidente de direção e a coordenadora da instituição, que têm entre 70 e 75 anos, estão fortemente indiciados pelos crimes de peculato, administração danosa e burla.

Os detidos ter-se-ão apropriado de milhares de euros, relativos a donativos angariados junto de empresas e particulares, para pagamento de despesas pessoais.

Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório para ficarem a saber as medidas de coação aplicadas.