Internacional

Holandês entrou em batalha legal para ficar com menos 20 anos de idade

Emile Ratelband acusa uma aplicação de encontros amorosos de discriminação e diz que com menos 20 anos ficaria numa posição de "luxo" para ter sucesso no Tinder


Tem 69 anos de idade, mas diz que não os sente e decidiu entrar numa batalha legal para que lhe sejam legalmente retirados da idade 20 anos. Emile Ratelband, holandês que se autoproclama "guru positivista", acusa uma aplicação de encontros amorosos de discriminação. 

O holandês disse a um tribunal em Arnhem que o seu sentimento de "desconforto" pode ser comparado ao de alguém que não se identifica com o seu género. Concordando que a mudança de género é um desenvolvimento da lei, o juiz perguntou-lhe como os seus pais se sentiriamse a sua idade oficial ficasse com menos 20 anos, apagando os registos. "Os seus pais cuidaram de quem? Quem foi o menino deles?", perguntou o juiz. O holandês limitou-se a responder que os seus pais já faleceram e disse que se trata de uma questão "de livre arbítrio". 

Nasceu a 11 de março de 1949, mas quer que na aplicação apareça a data de 11 de março de 1969. O holandês argumenta que a sua idade não reflete o seu estado emocional por estar à procura tanto de trabalho como de amor. "Quando tenho 69 anos, estou limitado. Se tiver 49, então posso comprar uma nova casa, conduzir um carro diferente", disse Ratelband ao "Guardian". "Posso aguentar mais trabalho. Quando estou no Tinder e a aplicação me diz que tenho 69, não recebo respostas. Se tiver 49, com a cara que tenho, ficarei numa posição de luxo", continuou. 

E se os seus argumentos não são considerados credíveis por muitos, Ratelband refere que os médicos lhe disseram que tem um corpo de um homem de 45 anos. Para si, a melhor descrição é a de o ser corpo ser de um "jovem deus". 

Os comentários estão desactivados.