Economia

Venda da Comporta à Amorim/Vanguard aprovada

A venda dos ativos da Herdade da Comporta ao consórcio Amorim/Vanguard foi aprovada esta terça-feira pela assembleia-geral de participantes da propriedade.

A informação é avançada pela agência Lusa.

"A Gesfimo -- Espírito Santo Irmãos Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA, na qualidade de entidade gestora do Herdade da Comporta -- Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado, informa que assinou com o consórcio constituído pela Amorim Luxury SA e Port Noir Investments SARL [mais conhecido por Vanguard Properties] , um contrato promessa de compra e venda de ativos que integram o património do fundo, no âmbito de um processo de venda assessorado pela Deloitte", lê-se no comunicado emitido pela entidade gestora da Herdade da Comporta, a 28 de outubro.

Recorde-se que, no mês passado, Paula Amorim, empresária detentora do consórcio formado pelo fundo Vanguard Properties e pela Amorim Luxury, subiu o valor para a comprar os ativos imobiliários do Fundo Especial de Investimento Imobiliários Fechado da Herdade da Comporta para 158,2 milhões de euros. Esta foi a única entidade a entregar uma proposta vinculativa. 

Como i avançou, na altura, para o negócio ficar fechado faltava que a assembleia geral de participantes aceitasse a proposta – a reunião estava marcada para 27 de novembro – bem como o Ministério Público. Uma vez que os ativos estavam arrestados pelo Estado, o processo de venda não podia ser concretizado sem que o Ministério Público autorizasse o levantamento do arresto.