Desporto

Sérgio Conceição sobre a expulsão: "Não estava na missa"

O treinador do FC foi expulso após ter festejado efusivamente o golo de Hernâni

Sérgio Conceição comentou esta segunda-feira a sua expulsão no Bessa, no encontro em que o FC Porto venceu o Boavista, ao cair do pano, com um golo solitário de Hernâni aos 95'.

O treinador dos azuis-e-brancos reagiu através das redes sociais lembrando que "futebol é emoção". O técnico defende-se lembrando que "não estava na missa" e garante que está no caminho para "ganhar o campeonato". 

"Ser expulso por festejar assim ao fim de 90+5 de massacre na batalha do Bessa? Futebol é emoção, e ontem deixei-me contagiar. Não estava na missa, estou na caminhada para ganhar o campeonato. Nós, no @fcporto, temos um objetivo bem definido: reconquistar o título que é nosso", escreveu na sua conta oficial do Twitter.

Esta foi, de resto, a terceira vez nesta época que Sérgio Conceição acabou expulso do banco, depois da Supertaça, frente ao Aves, e do jogo com o Chaves, para a Allianz Cup, no Dragão, dia 14 de setembro.

Também Francisco J. Marques, diretor de comunicação, explicou através das redes a posição levada a cabo pelo clube: "Ninguém do FC Porto estará na conferência após o jogo em protesto por o nosso treinador ter sido expulso por festejar. O assistente Ricardo Santos volta a expulsá-lo sem razão, como aconteceu na Supertaça. O FC Porto foi a única equipa que quis que se jogasse futebol. A única."