Sociedade

Direção da Turismo do Porto e Norte demite-se

Demissões foram apresentadas esta quarta-feira

DR  

Três dos cinco elementos da comissão executiva da Turismo do Porto e Norte de Portugal apresentaram esta quarta-feira a sua demissão. Desta forma, haverá eleições antecipadas no dia 18 de janeiro de 2019.

Também apresentou a demissão o presidente da mesa da assembleia geral, Eduardo Vítor Rodrigues e, portanto, este órgão também vai a votos na mesma data.

"Fomos hoje informados de que três dos cinco elementos da comissão executiva apresentaram a demissão e fizeram-no hoje mesmo. Tenho que realçar e agradecer porque permitiu agilizar uma solução de maior compromisso que vai no sentido de no dia 18 de janeiro temos um ato eleitoral para a comissão executiva", disse o Eduardo Vítor Rodrigues

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira encontra-se atualmente em prisão preventiva, no âmbito da Operação Éter. O responsável foi detido no passado dia 18 de outubro pela PJ, juntamente com outros dois dirigentes da entidade e dois empresários.

Em causa estão suspeitas de corrupção, tráfico de influências e participação económica em negócio que já tinham sido reveladas em julho por uma investigação do semanário “Sol”.

Eduardo Vítor Rodrigues explicou que o seu objetivo com a demissão era “arranjar forma de haver clarificação e não fazer de conta que nada se passava, conseguir repor a legitimidade dos órgãos, cuja credibilidade estava colocada em causa. Era urgente renovar a estrutura”.

O responsável explicou ainda que com estas três demissões e com Melchior Moreira ausente, o órgão da entidade cai por falta de quórum.