Vida

Madonna. "Não podem parar a arte ao tentar envergonhá-la. A criação vence sempre"

A artista relembrou a forma como a tentaram envergonhar através das suas imagens nua 

Madonna decidiu utilizar as redes sociais para deixar um desabafo sobre o conservadorismo e a forma como a arte encontra sempre uma maneira de se manifestar. Na imagem partilhada no Instagram, a rainha da pop surge nua quando tinha apenas 19 anos e explica a história que lhe deu origem.

“Com 19 anos. A viver em Nova Iorque. Uma estudante na Escola de Dança Martha Graham. Fui modelo para escolas de arte em toda a cidade para pagar a renda. Em aulas de pintura, desenho e fotografia”, começou por explicar.

“Muitas dessas fotografias foram vendidas à Playboy ou à Penthouse quando me tornei famosa. Os fotógrafos exploraram-me e depois o patriarcado tentou envergonhar-me por estar nua”, acrescentou.

“Eu disse à imprensa ‘eu não tenho vergonha e isso tornou-se manchete de notícias. E isto transformou-se numa colaboração entre [Andy] Warhol e [Keith] Haring! Sou uma orgulhosa dona destes quatro quadros. Foram-me dados mais tarde como presente de casamento. Não podem parar a arte ao tentar envergonhá-la. A criação vence sempre”, concluiu.

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

I am 19. Living in NYC 🗽. A student at Martha Graham School of Dance. ❌ I modeled For Art Schools around the city to pay the rent. Painting, Drawing and Photography classes. Many of these photos were sold to Playboy and Penthouse when I became famous. The Photographer’s. Exploited Me and then the Patriarchy tried to Shame me for Being Naked. I told the Press “i Was Not Ashamed” and this became headline news. And this turned into A collaboration between Warhol and Haring! 🎉. I am the proud owner of 4 of these paintings. Given to me later. as a wedding gift. 🎁. You cannot stop Art by trying to Shame it. Creation always wins. 🌈 #lifeisacircle #art #dance #music #life #creation

A post shared by Madonna (@madonna) on