Vida

Cão-milagre sobrevive ao abate

O animal de sete meses ia ser abatido por falta de espaço no centro de animais

Rudolph tem sete meses e já é considerado um cão-milagre. O animal sobreviveu ao abate, num centro de animais no estado norte-americano de Iowa.

A falta de espaço no canil foi a razão que levou os veterinários a abater Rudolph. No entanto, para surpresa de todos, o animal sobreviveu. Depois de ter ressuscitado, os médicos recusaram-se a voltar a abater o animal.

Por isso, o cão foi levado para outro abrigo – Kings Harvest Pet Rescue – com o objetivo de ser adotado. “Ele é um cão-milagre. Nunca ouvi falar de algo assim, este é o primeiro caso do género”, conta Kylie Jo Mitchell, funcionária do centro que acolheu Rudolph.

O Kings Harvest Pet Rescuel partilhou a história de Rudolph nas redes sociais que rapidamente se tornou viral. Dezenas de pessoas entraram em contacto com o centro com o intuito de ficar com o animal.

O cão acabou por ser adotado no passado sábado. “Rudolph está a ir para casa. Foi uma decisão difícil (...), mas Rudolph apaixonou-se por este jovem e o sentimento foi mútuo”, conta a associação nas redes sociais