Sociedade

Homem morre em restaurante na Estrela. Corpo foi retirado do local nove horas depois

Em causa está o facto de a PSP não ter operacional nenhuma das viaturas destinadas à recolha de corpos

Um homem de 47 anos morreu na manhã desta quarta-feira no interior de um restaurante da Estrela, em Lisboa. No entanto, foram precisas nove horas para que o corpo fosse retirado.

De acordo com o Correio da Manhã, o homem, cliente habitual do restaurante, terá morrido por volta das 11h30 depois de tomar o pequeno-almoço e o corpo só foi retirado pelas 20h30.

O mesmo jornal escreve que em causa estará o facto de a PSP não ter operacional nenhuma das viaturas destinadas à recolha de corpos, desde o dia 16 de janeiro. Desta forma, o trabalho tem sido assegurado por profissionais da Cruz Vermelha de Setúbal.

Contudo, a Cruz vermelha, que se desloca à capital propositadamente, só tem disponível uma viatura que transporta um corpo de cada vez.

A PSP fechou o estabelecimento até que o corpo fosse recolhido.