Economia

Criação de empresas aumenta quase 20% em janeiro

No mesmo mês verificou-se uma subida de 7,4% nas insolvências, para um total de 509 empresas insolventes. 

O tecido empresarial português cresceu 19,8% em janeiro, em termos homólogos, para 6333 novas empresas. O distrito de Lisboa liderou o ranking com 1974 novas constituições, o que representa um aumento de 8,7% face ao ano passado.

Segundo os dados da Iberinform, todos os setores de atividade apresentam uma variação positiva face ao ano passado, com o setor outros serviços a registar um total de 2.804 novas empresas, mais 12,2% do que em 2018, enquanto na construção e obras públicas nasceram 832 empresas, o que traduz um aumento de 49,6%.

As atividades de hotelaria e restauração surgem na terceira posição em termos absolutos, com 592 novas constituições e um aumento de 5,3% face a janeiro de 2018.

O crescimento mais significativo foi, no entanto, registado no setor transportes, que passou de 188 novas empresas em 2018 para 393 em janeiro deste ano.

No mesmo mês verificou-se uma subida de 7,4% nas insolvências, para um total de 509 empresas insolventes. 

Lisboa e Porto são os distritos com mais insolvências em termos absolutos, 103 e 134 respetivamente, valores que traduzem uma diminuição de 10,4% em Lisboa e um aumento de 21,8% no Porto.

Segundo a Iberinform, há reduções a registar em sete distritos que representam 28,1% do número total de insolvências no período em análise: entre os quais Évora (70%), Lisboa (10,4%), Santarém (9,1%), Viana do Castelo (12,5%), Vila Real (66,7%), Viseu (54,5%) e Ponta Delgada (33,3%).