Internacional

Cego chega ao fim da meia maratona de Nova Iorque com ajuda dos seus cães

É a primeira vez que uma pessoa com este tipo de deficiência termina a prova

O americano Thomas Panek tornou-se no primeiro homem cego a completar a meia-maratona United Airlines, em Nova Iorque. A prova realizou-se na manhã do passado domingo e o homem contou com a ajuda dos seus cães para a conseguir completar.

Os três cães de Thomas, Waffle, Westley e Gus, foram treinados para cumprirem este objetivo de ajudarem o dono a correr os mais de vinte quilómetros da prova. Segundo avança a ABC, Gus foi mesmo o primeiro cão a atravessar a meta.

Sobre a corrida, o Americano afirmou que "a maior dificuldade é conseguir ir num passo mais acelerado, movendo-se com o cão e mantendo o trabalho dos pés ao mesmo tempo. Mas como todos os outros, é um passo de cada vez".

Thomas Panek tomou a deicisão de participar na prova com o objetivo de angariar fundos para que os atletas invisuais possam requisitar serviços de cães guia.