Sociedade

30% dos portugueses sofrem de dor crónica

O XIV Fórum de Dor das Ilhas Atlânticas vai acontecer entre 4 e 6 de abril, no Funchal

O XIV Fórum de Dor das Ilhas Atlânticas vai decorrer entre 4 a 6 de abril, no Hotel Meliã Madeira Mare, no Funchal.

De acordo com o Presidente deste fórum, Duarte Correira, pretende-se “promover o debate sobre o impacto social da dor crónica e criar um espaço destinado à reflexão e discussão de assuntos relacionados com a dor, em particular para os profissionais da Macaronésia (Madeira, Canárias, Açores, Cabo Verde) e do território peninsular de Portugal e Espanha".

Em Portugal é estimado que a dor crónica atinja cerca de 30 por cento dos adultos.

Em termos económicos, calcula-se que o custo anual da dor crónica seja superior a 3 mil milhões de euros, sendo que metade deste valor deve-se a despesas com os cuidados de saúde, e o restante a custos indiretos, tais como o absentismo e as reformas antecipadas existentes devido à doença.

No fórum vai debater-se o panorama do tratamento da dor, numa perspetiva interdisciplinar, através de cursos práticos e workshops, bem como debates, simpósios, painéis e conferências magistrais.

O Fórum de Dor das Ilhas Atlânticas é uma sociedade científica sem fins lucrativos, que tem como objetivo promover o conhecimento, o estudo e o tratamento da dor, em particular nas Ilhas da Macaronésia.