Desporto

Presidente do Conselho de Arbitragem faz participação disciplinar e pede indícios de crime a António Salvador

Esta participação acontece depois das polémicas declarações do presidente dos bracarenses, no final do jogo com o Porto

O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, José Fontelas Gomes, apresentou esta quarta-feira uma participação ao Conselho de Disciplina devido às declarações do presidente do Sp. Braga no final da partida frente ao FC Porto, a quem pediu indícios ou provas de crimes.

De acordo com a agência Lusa, fonte do Conselho de Arbitragem pediu a António Salvador que lhe fossem enviados indícios ou provas da existência de criminosos no futebol e na arbitragem, para que possam ser comunicadas às autoridades com competência para as investigar.

Recorde-se que ontem, depois do empate a um golo entre Sp. Braga e FC Porto, Salvador declarou existirem criminosos no futebol e na arbitragem. "A deputada Ana Gomes disse ontem [segunda-feira] que há muitos criminosos infiltrados na justiça. Eu diria que há muitos mais criminosos infiltrados noutros setores: no desporto, no futebol, na arbitragem. O que vimos aqui hoje [na terça-feira] é lamentável para o futebol português", referiu o líder bracarense.

Com o empate, os azuis e brancos confirmaram a presença na final da Taça de Portugal, depois de terem vencido o Sp Braga por 3-0 no jogo da primeira mão.