Internacional

Cadeiras da Fisher-Price retiradas do mercado depois da morte de 30 crianças

Todas as mortes aconteceram devido aos bebés terem sido colocados na cadeira sem cinto de segurança

O grupo Mattel anunciou que vai retirar do mercado 4,7 milhões de cadeiras de bebé da marca Fisher-Price, depois de as autoridades norte-americanas terem alertado para o facto de cerca de 30 bebés terem morrido no espaço de uma década.

No Twitter, a Fisher-Price "anuncia a retirada de todas as unidades do modelo Rock'n Play Sleeper devido aos casos de mortes de bebés registados". De salientar que as mortes ocorreram na sequência de as crianças terem sido colocadas nessas cadeiras sem cinto.

Nos casos de morte reportados, os bebés foram encontrados vifrados de cabeça para baixo ou de lado, de acordo com o New York Times.

Na última sexta-feira, tanto a fabricante como a Comissão para a Segurança dos Produtos do Consumidor dos EUA anunciaram a retirada do produto do mercado.

"Continuamos a defender que os nossos produtos são seguros. No entanto, devido aos incidentes registados devido ao uso desta cadeira sem cumprir as instruções de utilização, decidimos retirá-la [do mercado] voluntariamente", afirmou a Mattel em comunicado.