Internacional

Ex-soldado barrica-se em casa com reféns

Polícia afasta cenário de terrorismo e aponta conflito familiar como tese mais provável


As autoridades francesas montaram um perímetro de segurança à volta de uma casa em Lourdes, após um homem se ter barricado com dois reféns, esta terça-feira de manhã.

O suspeito, um ex-soldado, terá já disparado vários tiros para o exterior. As autoridades apelam á população que respeite o perímetro de segurança e afastam hipótese de terrorismo, dando como explicação mais provável um "conflito familiar".

O governo local da comuna francesa, que pertence ao departamento dos Altos Pirenéus, região do Occitânia, publicou um comunicado no Twitter, no qual confirma a situação de "um indivíduo barricado em sua casa”, do disparo de “vários tiros para o exterior", ouvidos por testemunhas.


A mesma nota refere ainda a existência de dois reféns, não adiantando mais pormenores sobre uma possível ligação ao homem.

Alguns órgãos de comunicação franceses adiantam que a casa será da ex-companheira do homem que se barricou, e que esta será uma das reféns, assim como a sua filha.