Sociedade

Homem queimou cabeça da mulher com isqueiro e desodorizante

Detido já tinha antecedentes criminais de ofensa à integridade física

Um homem, de 39 anos, foi detido por violência doméstica pela PSP da Amadora, o suspeito terá agredido a mulher com murros, além, de a ter atingido com fogo na cabeça.

"O suspeito, com recurso a um isqueiro e um desodorizante, ateou fogo à sua companheira, causando-lhe queimaduras de primeiro grau na zona da cabeça, face e pescoço. Para além disso, agrediu-a ainda com vários socos na zona do peito, tudo levando a que a vítima necessitasse de cuidados hospitalares", relata a PSP em comunicado, citado pelo Jornal de Notícias.

As autoridades detiveram o suspeito no dia 4 de maio, após terem sido informadas da situação.

Duas menores assistiram às agressões e foram encaminhadas para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em risco.

O detido, que tinha antecedentes por crimes de ofensa à integridade física, já foi presente a tribunal para primeiro interrogatório, tendo ficado sujeito a prisão preventiva.