Sociedade

Diretor-geral das modalidades do Sporting julgado por violência doméstica

Dirigente atingiu recentemente um dos pontos mais altos da sua carreira com o Sporting a ser campeão europeu em futsal

Miguel Albuquerque, diretor-geral das modalidades do Sporting, começa esta terça-feira a ser julgado por violência doméstica contra a ex-mulher, avança o Correio da Manhã.

De acordo com o mesmo jornal, Carla Pereira queixa-se de várias situações de violência verbal, que remontam ao início do ano passado. A acusação enquadrou-se no crime de violência doméstica por ser reiterada.

Ainda não é sabido se a queixosa vai manter as acusações feitas na primeira fase do processo. No entanto, sendo a violência doméstica um crime público não exige a apresentação de queixa para ir a julgamento.

Segundo o Correio da Manhã, o caso era desconhecido por vários dirigentes do universo leonino, já que foi tratado fora da esfera de advogados que geralmente representam os verdes e brancos.

Contactado pelo jornal em questão, Miguel Albuquerque não negou as acusações, mas recusou prestar declarações.

Recorde-se que o dirigente do Sporting atingiu recentemente um dos pontos mais altos da sua carreira ao tornar-se campeão europeu em futsal, ao vencer a UEFA Futsal Champions League da época 2018/19.

Em março, Miguel Albuquerque e atual mulher foram agredidos no Dragão Caixa durante um jogo de hóquei em patins entre o FC Porto e o clube de Alvalade.