Internacional

Empresa ferroviária despede revisora por fazer filmes pornográficos em comboios vazios

Caso ocorreu na Alemanha

DR
DR

Uma revisora de comboios da empresa alemã Deutshe Bahn (BD) foi despedida por filmar filmes pornográficos com o uniforme, em carruagens vazias, depois do trabalho, na Saxónia-Anhalt, no leste do país.

De acordo com a imprensa alemã, nos vídeos,  a mulher fingia punir os passageiros que utilizavam o transporte sem pagar e, posteriormente, publicava os mesmos num site pornográfico.

Ao jornal Bild, Teresa W, como foi apelidada, referiu que não precisava de permissão da empresa ferroviária, uma vez que os vídeos eram um assunto “privado”. No entanto, o argumento não foi suficiente para a BD, que já confirmou o despedimento da revisora.

"A funcionária em questão já não trabalha connosco desde o início deste ano. Não toleramos este alegado comportamento de forma alguma e condenamos em absoluto. É expressamente proibido aos funcionários da DB usar roupas de trabalho, equipamentos ou espaço de cabine para fins pessoais ou comerciais. Estamos a investigar e a avaliar os próximos passos", disse um porta-voz da empresa.