LifeStyle

Plogging: a nova tendência que junta exercício e ecologia

Plogging é a nova atividade física que faz bem ao corpo e ao meio ambiente

Plogging é um termo que alia jogging (corrida em inglês) e plocka upp (apanhar em sueco). Praticado desde 2018 na Suécia, é a nova tendência do fitness que não faz só bem ao corpo, como também ao meio ambiente.

O exercício é simples. Basta correr e ir apanhando o lixo que se encontrar, ao longo do trajeto que se fizer. O objetivo? Fazer exercício físico e ajudar o planeta, simultaneamente. Para acabar em pleno, é de esperar que após a recolha do lixo e fim de corrida, este seja reciclado, por parte dos atletas. Perdem-se calorias e ganham-se hábitos de civismo

De acordo com a Lifesum, uma aplicação sueca de saúde, em cerca de 30 minutos um utilizador normal gasta cerca de 288 calorias a praticar Plogging.

Só é preciso, primeiro que tudo, iniciativa e depois, um saco de plástico ou pano, para a ação ser ainda mais eco-friendly; um par de ténis; umas luvas e roupa apropriada a um passo mais rápido. Não há desculpas financeiras ou de ser necessária uma inscrição para a prática deste exercício.

A ideia surgiu na Suécia, de acordo com o The Washington Post, mas espalhou-se por toda a Europa rapidamente, principalmente através das redes sociais. O uso da hashtag #plogging tem ajudado nessa disseminação, principalmente através do Instagram. O mesmo jornal refere que em 2018 já havia mais de 10 mil publicações com essa hashtag.

Em Portugal já se começou a praticar. No Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa, já decorreram vários eventos onde se juntaram algumas pessoas, e a correr, apanharam várias peças de roupa, maços de tabaco, fraldas e muitos outros objetos de plástico como pacotes de batatas fritas e garrafas.

Ao mesmo tempo que faz bem à saúde, faz bem ao planeta, e numa época de grandes problemas ambientais e debates cada vez mais acesos, fica a sugestão para a prática desta nova tendência do fitness – plogging.