Internacional

Homem mata amante por esta exigir que se divorciasse

Mangoshvili agrediu a jovem, estrangulou-a, incinerou o seu corpo e atirou o cadáver a um poço.

Vasily Mangoshvili, de 31 anos, residia na vila de Alexeyevskoye, na Rússia. Apesar de ser casado, decidiu conversar com Tatiana Mukhorotova no Odnoklassniki, uma famosa rede social fundada em Moscovo. Em outubro do ano passado, convidou a jovem de 24 anos, viúva, para terem relações sexuais em sua casa enquanto a esposa estava ausente.

Revoltada com a situação, Mukhorotova, mãe de um menino de cinco anos e de duas meninas de três anos e oito meses, exigiu que o homem se divorciasse: caso não o fizesse, a mulher do assassino teria conhecimento do affair. De acordo com o The Sun, Mangoshvili agrediu a jovem, estrangulou-a, incinerou o seu corpo e atirou o cadáver a um poço.

Segundo um repórter da região de Stavropol, citado pelo Daily Mail, “a rapariga tentou defender-se mas, quando perdeu a força, Mangoshvili pegou nela, atirou-a a um poço, cobriu o seu corpo com pedras e cimento”. Sublinhe-se que a mãe da vítima mortal contactou as autoridades após a filha não ter regressado a casa, sendo que disse à progenitora que se “encontraria com um pen-pal”. Ao The Sun, a mãe avançou que, quando foi encontrada, Tatiana “não tinha cabelo nem sobrancelhas”.

O homicida foi condenado a nove anos de prisão.