Cultura

Inaugurada Casa Manoel de Oliveira

Na próxima segunda-feira, dia de São João, no Porto, é finalmente inaugurada em Serralves a casa dedicada ao nome maior do cinema português.

É já na próxima segunda-feira que Serralves inaugura, no Porto, a Casa do Cinema Manoel de Oliveira. Uma construção edificada de raiz em Serralves e que será o pouso permanente de uma exposição dedicada à obra do nome maior da história do cinema português – a acolher também os seus prémios, entre os quais se contam uma Palma de Ouro de Cannes e um Leão de Ouro de Veneza. 

Assinada pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira, a Casa do Cinema Manoel de Oliveira, uma obra que teve o custo de 3,7 milhões de euros, foi edificada de raiz ao lado do edifício das garagens do Conde de Vizela, antigo proprietário da quinta que é hoje o parque de Serralves, no Porto. A inauguração está marcada para as 18h30 desta segunda-feira, dia de São João, o santo padroeiro da cidade.

Para lá da sala que acolherá uma exposição permanente dedicada à obra de Manoel de Oliveira (1908-2015), num percurso pela sua filmografia complementado por uma seleção de documentos e por dezenas dos prémios com que o cineasta portuense foi distinguido ao longo de mais de oito décadas de uma carreira, que atravessa ela própria a história do cine ma. Como indicou à agência Lusa António Preto, diretor da Casa do Cinema, trata-se de um núcleo documental «precioso para compreender o cinema português, de uma maneira geral, e a cultura do século XX e início do século XXI».