Internacional

Menina de dois anos enforca-se acidentalmente com corda de persiana

A mãe da criança achou que esta estava a fazer a sesta

Macy Fletcher, de dois anos, morreu no passado dia 9 de janeiro em Oldham, no Reino Unido. A menina estava a brincar com a persiana da janela quando se enforcou acidentalmente. A mãe, Karoline Craig, contou às autoridades, citada pelo The Mirror, que achava que a menina estava apenas “a fazer a sesta habitual”. No entanto, quando a viu deitada no chão e a tentou acordar, esta não reagiu.

Descrita como “uma pequena princesa que derretia todos os corações”, foi encontrada junto da janela pelas 14h30. “A Macy brincou com as persianas e tivemos de as remover. Só ficaram as cordas e não havia nenhuma proteção. Normalmente, ela vinha da creche, almoçava, brincava e dormia” contou Craig ao The Sun.

Fletcher foi transportada para o Royal Oldham Hospital, em Manchester, ainda com vida. A inspetora Lindsay Booth explicou que a criança deu entrada na unidade de saúde em paragem cardiorrespiratória, numa “condição crítica”, e as tentativas de reanimação não resultaram sendo que morreu pelas 15h08. “Ela tinha ferimentos na testa o que pode justificar uma possível luta pela sobrevivência” adiantou ainda Booth.

Agora, a controvérsia instalou-se porque a legislação que data de 2014 recomenda que um edifício onde residam ou permaneçam crianças, com idades compreendidas entre os 0 e os 42 meses, tenha dispositivos de retenção, a um metro e meio do chão, de persianas. Contudo, o senhorio David Topping afirmou ao The Sun que “teria dado jeito ter tido apoio nestas questões legais” e que “para além da segurança, a parte económica do negócio estava bem”.

“Ainda estamos a tentar lidar com este trágico acidente. A Macy será sempre recordada nos nossos corações. Será sempre o nosso pequeno e precioso anjo. Contamos com o apoio das pessoas mas o processo de luto é solitário” disse Craig ao Daily Mail.