Internacional

Hospedeira encontrada estrangulada numa banheira de quarto de hotel

Polícia lançou alerta sobre amante mistério

Uma hospedeira de bordo, de 23 anos, foi encontrada morta num quarto de hotel perto do aeroporto de Moscovo, na Rússia.

O corpo foi encontrado pelo staff do hotel. A jovem terá sido estrangulada e depois deixada numa banheira cheia de água, num quarto que teria partilhado com um amante secreto, visto que familiares e amigos não estavam a par de qualquer relação, segundo o jornal britânico The Mirror.

As autoridades russas já lançaram uma caça ao homem, depois de terem sido informados pelo hotel de que um homem, com cerca de 25 anos, terá pedido na receção para prolongar a estadia por mais 24 horas, antes de apanhar um táxi e desaparecer sem deixar rasto. A polícia está agora a apurar a identidade do homem mistério e a tentar descobrir o seu paradeiro.

A vítima poderá ter conhecido o suspeito através de uma aplicação de encontros, ou assim pensa a polícia, que está a passar as redes sociais da hospedeira a pente fino. Esta não era aliás a primeira vez que a jovem e aquele homem mistério ficavam juntos naquele hotel.

A hospedeira trabalhava para a companhia russa I-Fly e fazia regularmente ligações para a China e para o Vietname, além de voo internos para outras cidades russas.