Sociedade

Movimento Zero concentrado em Braga em solidariedade com comissário que tentou suicídio

A concentração está a decorrer na entrada principal do Hospital Central de Braga, onde continua internado o comissário David Fernandes, da PSP de Braga, que tinha acabado o serviço de oficial de dia, na manhã desta segunda-feira, quando disparou um tiro na cabeça com a sua arma de serviço.

Joaquim Gomes
Joaquim Gomes
Joaquim Gomes

Dezenas de elementos da PSP e da GNR estão concentrados desde o final da tarde desta sexta-feira, em Braga, por solidariedade com o comissário da PSP que se tentou suicidar com um tiro na cabeça.

A concentração está a decorrer na entrada principal do Hospital Central de Braga, onde continua internado o comissário David Fernandes, da PSP de Braga, que tinha acabado o serviço de oficial de dia, na manhã desta segunda-feira, quando disparou um tiro na cabeça com a sua arma de serviço.

A concentração começou por volta das 19h, acompanhada pelo comissário Fernando Rabaldinho, adjunto do chefe do Núcleo de Operações do Comando Distrital de Braga da Polícia de Segurança Publica.

A Equipa de Prevenção e Reação Imediata (EPRI) da PSP de Braga está a vigiar a concentração dezenas de colegas da PSP à porta do Hospital Central de Braga com shot-guns. A PSP ao fim de uma semana do acontecimento ainda não emitiu qualquer comentário sobre a situação.