Cultura

Jovem bailarino português vence maior competição de dança da China

Entre cerca de 150 concorrentes de vários países e com idades compreendidas entre os 14 e os 25 anos, a vitória de António Casalinho, de 16 anos, teve ainda mais destaque pelo facto de ser um dos concorrentes mais jovens em competição.

DR  

O jovem bailarino português António Casalinho, de 16 anos, venceu esta sexta-feira a maior competição de ballet da China.

Antonio Casalinho, vencedor do Got Talent Portugal em 2017 e do Grand Prix Varna 2018, venceu esta sexta-feira o maior, mais antigo e mais conceituado concurso de dança da China, o BIBCC – Beijing International Ballet and Choreography Competition, considerado entre a comunidade artística como as “Olimpíadas” daquela arte.

Entre cerca de 150 concorrentes de vários países e com idades compreendidas entre os 14 e os 25 anos, a vitória de António Casalinho, de 16 anos, teve ainda mais destaque pelo facto de ser um dos concorrentes mais jovens em competição.

António Casalinho é aluno do Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez, sediado em Leiria, tendo ganho o maior prémio neste prestigiado concurso, o Grand Prix IBCC 2019.

Segundo fontes ligadas ao jovem bailarino, “esta vitória teve um forte impacto a nível mundial, com as atuações de António Casalinho durante os sete dias do concurso, a deixar ‘rendidos’ os membros do júri, composto por alguns dos mais conceituados bailarinos e professores do mundo do ballet”.

“Além de ser uma grande conquista para o nosso país, é também o reconhecimento do método cubano, que teve o seu início em Portugal há precisamente 20 anos atrás, através de Annarella Sanchez que inaugurou nessa data a sua academia na cidade de Leiria”, de acordo com as mesmas fontes.

“António Casalinho ingressou na Academia de Dança Annarella Sanchez com oito anos de idade e desde logo as suas aptidões se destacaram, sendo que os primeiros tempos foram de educação e com o objetivo de incutir o amor pelo ballet”, disse refere Annarella Sanchez.

“A partir de 2016, já com a criação do Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez, devido ao intercâmbio cultural com a Escola Cubana de Ballet, tivemos sempre o apoio para classes específicas de técnica masculina”, salientou também Annarella Sanches, referindo “que ao longo de todos estes anos foram várias professoras e professores que trabalharam incansavelmente ao longo dos últimos anos, fundamentais para uma correta preparação técnica, em que no fundo somos um pedaço de Cuba em Portugal”.

“Muitos Parabéns a todos os Professores, Enrique Perez-Cancio Cantero, Ricardo Flores, Fatíma Mekulova, Caridad Martínez, Rodolfo Castellanos, Raquel Aguero Mercado, Martha Iris Fernandez Aguero, Elena Cangas Martínez, Adriana Ferreira, entre outros que trabalharam e trabalham diariamente com o António”, afirmou a professora e diretora artística do Conservatório Internacional de Dança Annarella Sanchez, tendo revelado que António Casalinho regressa este domingo a Portugal.