Internacional

Ciclista salva idoso que se perdeu com os cães no deserto durante quatro dias

Gregory estava quase a morrer, de acordo com as autoridades

DR
DR

Gregory Randolph viu o seu carro ficar preso numa fenda num deserto no estado norte-americano do Oregon. Depois de quatro dias naquele local e já perto da morte, o homem, de 73 anos, acabou por ser resgatado por um ciclista.

De acordo com a Associated Press, depois do incidente com o veículo, Gregory caminhou mais de 22 quilómetros com um dos cães. Quando foi encontrado por Tomas Quinones, a 18 de julho, estava quase inconsciente.

Segundo a mesma agência noticiosa, o ciclista, de Portland, não havia avistado ninguém durante todo o dia. Inicialmente, ao avistar um vulto, o homem pensou que se tratava de um vaca morta.

"Conforme me fui aproximando, pensei, 'que vaca estranha' e depois apercebi-me que aquilo era um homem", começou por contar Tomas, esta quinta-feira.

"Comecei a notar que por vezes ele olhava para mim, mas os seus olhos estavam por toda a parte, quase a revirar para a parte de trás da sua cabeça”, acrescentou, revelando depois que acabou por perceber que Gregory estava muito mal.

Além de ter um enorme escaldão, Gregory não conseguia falar, sentar-se e mal conseguia beber a água que Tomas lhe estava a oferecer.

Sem rede no telemóvel, Tomas utilizou o botão SOS de um dispositivo de rastreamento GPS com que costuma viajar para casos de emergência. Enquanto esperava, desenrolou uma tenda que tinha para criar sombra e sentou-se com Gregory. Pouco depois, surgiu um cão dos arbustos e Gregory acabou por alimentá-lo com manteiga de amendoim.

Mais de uma hora depois apareceu uma ambulância que levou o idoso e o animal ficou com a polícia.

Dois dias depois, com a ajuda de um avião, a polícia encontrou o jipe de Gregory, e ao lado estava outro cão do homem. As autoridades acreditam que o animal terá encontrado água em poças de lama que o ajudaram a manter-se hidratado.

De acordo com a polícia, o jipe estava a quilómetros da estrada pavimentada mais próxima.

“O jipe ainda está lá. Poderia ficar lá para sempre. Não sei como ele conseguiu levar o veículo para tão longe”, disse um porta-voz da polícia.

Gregory acabou por receber alta hospitalar alguns dias depois e encontra-se a recuperar, tal como os seus cães.

No passado mês de maio, uma mulher foi encontrada viva junto ao cadáver do marido, depois de se perderem num deserto da Califórnia. O casal ficou preso com pouco para comer e apenas água da chuva para beber após um atalho dar errado.