Sociedade

Diana Fialho quer repetição de julgamento

A defesa afirma que as inquirições das testemunhas não ficaram bem gravadas e não se consegue compreender quais as perguntas colocadas pelos advogados e magistrados, logo, a prova deve ser anulada e os testemunhos repetidos. 

Depois de o julgamento ter condenado Diana Fialho e Iúri Mata pelo homícido de Amélia Fialho, respetivamente a 24 e 23 anos de prisão, na semana passada, a advogada de Diana Fialho veio agora a público dizer que a filha da vítima pretende que o julgamento seja repetido. 

A defesa afirma que as inquirições das testemunhas não ficaram bem gravadas e não se consegue compreender quais as perguntas colocadas pelos advogados e magistrados, logo, a prova deve ser anulada e os testemunhos repetidos.