Internacional

Mãe de suspeito de ataque em El Paso já tinha avisado as autoridades sobre o filho

Patrick é suspeito de ter morto 22 pessoas e ferido pelo menos mais 20, numa loja Walmart. 

A mãe do suspeito de ser autor do tiroteio em El Paso, no Texas, Patrick Crusius, já tinha contactado a polícia de Allen, semanas antes do tiroteio, por estar preocupada com o facto do filho ter uma arma automática em sua posse, devido "ao seu nível de maturidade e falta de experiência"

O agente da autoridade que falou com a mãe do jovem de 21 anos informou-a que o jovem podia ter em sua posse este tipo de armamamento, segundo a lei.

Segundo o advogado da família Crusius, a chamada não foi uma denúncia mas sim uma tentativa de esclarecimento por parte da mãe de Patrick.

A mulher nem sequer disse às autoridades como se chamava, o nome do seu filho, nem deu qualquer tipo de informação sobre a sua identidade, logo esta chamada não faz parte das registo judicial do jovem, onde estão apenas registados um falso alarme de assalto à casa da família, um acidente num autocarro onde o jovem estava e uma fuga de casa, “à qual voltou 30 minutos depois”, segundo as autoridades.

Patrick é suspeito de ter morto 22 pessoas e ferido pelo menos mais 20, numa loja Walmart.