Internacional

Solomon Nhiwatiwa. Agente da polícia tenta raptar menina de 12 anos e grava-se a urinar para cima dela

Estacionando o veículo perto da menor, o homem expôs os seus genitais, urinou para cima dela e gravou com o telemóvel tudo aquilo que fez.

 

DR  

Uma menina de 12 anos estava à espera do autocarro que a levaria até à escola, na passada sexta-feira, na cidade de Euclid (no estado norte-americano do Ohio) quando Solomon Nhiwatiwa, de 34, se aproximou e perguntou-lhe se precisava de boleia. A estudante recusou e o agente da polícia, que estava de folga, continuou a insistir: no entanto, após algum tempo, afastou-se e, apenas um minuto depois, regressou. Estacionando o veículo perto da menor, o homem expôs os seus genitais, urinou para cima dela e gravou com o telemóvel tudo aquilo que fez.

Fugindo logo após o término dos alegados atos criminosos, acabou por ser denunciado pela mãe da vítima sendo que a criança desabafou com a progenitora. Por outro lado, uma pessoa que vive na área contactou as autoridades e esclareceu que o indivíduo tinha estado a "espreitar" para dentro dos carros e a agir "de forma suspeita". Ao cleveland.com, Jeff Follmer, presidente do sindicato de polícias de Cleveland, explicou que o profissional "merece um dia no tribunal como todas as outras pessoas".

Segundo o gabinete do procurador do condado de Cuyahoga, o profissional da força de segurança do Ohio está acusado dos crimes de tentativa de rapto, assédio, obscenidade, aliciamento de crianças e indecência na via pública. "Ele será punido" afirmou Michael O'Malley, o procurador anteriormente mencionado, acrescentando: "Tenho a missão de assegurar que ele nunca mais utilizará o crachá de agente policial". De acordo com o site referido, o agente com cinco anos de experiência foi detido na última terça-feira, suspenso das suas funções enquanto a investigação está a decorrer e terá de comparecer a tribunal na próxima segunda-feira.