Internacional

Irmão de Boris Johnson demite-se do Governo e deixa Parlamento

A demissão dá-se na sequência de Boris Johnson ter expulsado 21 membros do Partido Conservador por não terem apoiado a sua estratégia para o Brexit.

O irmão mais novo de Boris Johnson, Jo Johnson, apresentou a sua demissão como secretário de estado adjunto, deixando também o seu lugar como membro do Parlamento britânico, diz a Reuters. A lealdade familiar e o interesse nacional foram as razões apresentadas pelo irmão do primeiro-ministro.

"Tem sido uma honra representar Orpington por 9 anos & e servir como secretário de estado adjunto sob três primeiros-ministros", anunciou Jo pelo Twitter. "Nas últimas semanas tenho estado dividido entre a lealdade à família e o interesse nacional - é uma tensão insolúvel e é está na hora de outras pessoas assumirem o meu papel como membro do Parlamento e como secretário de Estado", completou na mesma rede social. 

A demissão dá-se na sequência de Boris Johnson ter expulsado 21 membros do Partido Conservador por não terem apoiado a sua estratégia para o Brexit, incluindo o neto de Winston Churchill - mítico primeiro-ministro britânico. 

A família Johnson está dividida pelo Brexit. A irmã do chefe de Governo do Reino Unido, Rachel, já representou diversos partidos que representam que se opõe ao Brexit, segundo a Reuters