Vida

Sônia Braga continua a ser “diva máxima” aos 69 anos e esta capa da Vogue é a prova

De cabelos brancos e rugas destapadas, a atriz mostra porque continua a ser um ícone

A ‘Gabriela’ já é quase septuagenária, mas os anos não passaram pela sua beleza e sensualidade. Sônia Braga continua aos 69 anos a mesma diva de sempre.

A atriz brasileira, que tem também nacionalidade norte-americana, brilha na capa da Vogue brasileira, quatro décadas depois da sua primeira ‘aparição’ na revista de moda.

Os cabelos continuam compridos, mas deixaram de ser pretos, a atriz tem agora uma longa cabeleira branca e a pouca maquilhagem destapou as rugas. Duas marcas características da idade, que Sônia Braga não só parece ter decidido abraçar como celebrar

“Meu cabelo é uma metáfora muito importante para mim. Mas, cabeleireiros, vocês não vão ter que sujar mais a mão e usar aquela luvinha – não quero pintá-los nunca mais”, disse em entrevista à Vogue, que a apelida de “diva máxima”.

A escolha da atriz para a capa da publicação surge num momento em que circulam rumores sobre um possível regresso às novelas. Fala-se mesmo num guião de Gilberto Braga, que deverá ser uma adaptação de A Feira das Vaidades, um livro de William Makepeace Thackeray, que já foi adaptado em várias produções.

Questionado sobre o assunto, disse apenas: “Também ouvi falar isso”.