Vida

Megan Fox admite ter sofrido colapso mental depois de gravar o filme Jennifer's Body

"Não queria ser vista, não queria tirar uma foto, aparecer numa revista, andar no tapete vermelho", conta a atriz. 

Megan Fox é considerada uma das atrizes mais bonitas de Hollywood e, ecentemente, confessou que esse estatuto já teve um grande impacto na sua saúde mental. 

A atriz, em entrevista ao Entertainment Tonight, confessou que há 10 anos, pouco depois da estreia do filme Jennifer's Body, onde foi a protagonista, teve um "colapso mental". Fox diz que sempre se sentiu extremamente sexualizada em todos os seus papéis no grande ecrã, o que acabou por a afetar durante a promoção do filme, onde sentia que a sua imagem era sexualmente objetivada.

"Não era apenas aquele filme, era todos os dias da minha vida, o tempo todo, com todos os projetos em que trabalhei e todos os produtores com quem trabalhei", declarou. "Acho que tive um colapso mental genuíno, onde não queria fazer nada. Não queria ser vista, não queria tirar uma foto, aparecer numa revista, andar no tapete vermelho, não queria ser vista em público. Tinha medo e a crença e certeza absoluta de que ia ser ridicularizada ou cuspida, ou que as pessoas iriam começar a gritar comigo ou que me iam mandar com pedras por estar na rua... tudo isto me fez entrar numa fase muito sombria".

A atriz assume-se como uma pioneira do movimento #MeToo, no entanto, na altura, ninguém parecia querer saber do que esta tinha para dizer. Fox acredita que a describilização das suas queixas se devia à sua aparência física. 

"Eu dizia: 'Hey, essas coisas estão a acontecer comigo e não estão bem' e todos me diziam 'oh, que se lixe, nós não nos importamos com isso, tu mereces". Apesar de se considerar feminista, defendendo assim a igualdade de género, Fox afirma não se sentir aceite pela comunidade, ainda nos dias de hoje. "O que é apoiar outras mulheres, se apenas um certo tipo de mulheres pode ser apoiada? É necessário que eu não te ameaçe em nenhum aspeto? Porque é que eu não posso fazer parte do grupo?", questiona.