Vida

"Fiz a vida do Diogo num inferno"

Jessica Athayde revelou que já estava separada de Diogo Amaral antes de Oliver fazer três meses

Os atores Jessica Athayde e Diogo Amaral anunciaram, esta quinta-feira, a sua separação e, ao mesmo tempo, promoveram um documentário sobre a gravidez e o nascimento do filho que têm em comum – “Waiting for Oliver”, um projeto da revista Vogue.

Num dos oito episódios do documentário, a atriz voltou a falar da depressão pré-parto pela qual passou e das consequências que isso também trouxe para o então companheiro.

"Eu nem um abraço queria receber, isto foi o ponto em que eu cheguei. Falo de ter ficado deprimida durante a minha gravidez de uma forma se calhar leviana mas eu nem conseguia ser abraçada pelo Diogo. Fiz a vida do Diogo num inferno. O facto de ele ainda estar aqui ao meu lado faz com que ele tenha colhõ**", começou por dizer num dos primeiros episódios.

“As minhas amigas diziam: 'Jessica, tu não tens noção. O sexo é incrível [durante a gravidez]. Isto é 'amazing'. Vais-te passar. Vais fazer esperas ao Diogo. E eu fui o oposto. Eu nem o queria ver à frente. Já me disseram que o facto de ter um rapaz pode ter influenciado ter perdido a libido, mas que vai voltar. E eu espero bem que sim", acrescentou.

No final do documentário, a atriz acaba por confessar que antes de Oliver fazer três meses os dois já estavam separados.

Recorde-se que Oliver nasceu a 8 de junho deste ano.