Vida

Jessica Athayde decidiu comer a placenta

Várias famosas anunciaram ter comido a placenta para prevenir depressões pós-parto

Esta foi uma semana agitada na vida de Jessica Athayde e dos seus fãs, nos últimos dias a atriz anunciou que a sua relação com o também ator Diogo Amaral acabou, na mesma ocasião aproveitou para apresentar um documentário sobre a sua gravidez e os primeiros tempos do filho Oliver, realizado em parceria com a Vogue.

E como se isto já não fosse suficiente, Jessica Athayde surpreendeu tudo e todos ao dizer que tinha decidido, ainda na gravidez, comer a placenta a seguir ao parto, como fizeram outras figuras públicas como Kim e Kourtney Kardashian, Chrissy Teigen e Hillay Duff. Todas alegam tê-lo feito para prevenir uma depressão pós-parto.

"Decidi comer a placenta em smoothies a seguir, feitos por uma pessoa entendida. E essa pessoa também vai fazer cápsulas. Tenho lido muito sobre isso”, revelou no documentário 'Waiting for Oliver', que consiste em oito episódios.

A atriz diz-se muito orgulhosa do projeto da Vogue, onde aborda várias fases da sua gravidez, que nem sempre foi encarada como um ‘estado de graça’

"Eu nem um abraço queria receber, isto foi o ponto em que eu cheguei. Falo de ter ficado deprimida durante a minha gravidez de uma forma se calhar leviana mas eu nem conseguia ser abraçada pelo Diogo. Fiz a vida do Diogo num inferno. O facto de ele ainda estar aqui ao meu lado faz com que ele tenha colhõ**", começou por dizer num dos primeiros episódios.

Agora sabe-se que os dois atores, pais de Oliver, não estão juntos, aliás Jessica Athayde, no final do documentário confessou que antes do filho fazer três meses já estavam separados.

Recorde-se que Oliver nasceu a 8 de junho deste ano.