Economia

Jerónimo Martins investigada na Polónia

Por suspeitas de práticas comerciais desleais.

A Biedronka, unidade polaca da Jerónimo Martins, está a ser investigada pelo regulador da concorrência da Polónia por suspeitas de práticas comerciais desleais. A serem provadas, a empresa corre o risco de pagar uma multa equivalente a 3% do seu volume de negócios. 

O regulador publicou um documento onde explica as suspeitas em causa: “ A partir das informações coletadas, parece que o JMP recebe dois tipos de descontos das suas relações com os fornecedores, em especial frutas e legumes. O primeiro constitui uma percentagem e aplica-se quando o volume de negócio ultrapassa um valor específico. Quando estes limites são ultrapassados é aplicado um segundo desconto”. “Na nossa opinião, a prática pode ser uma violação de moralidade, aproveitando a parte fraca do contrato”, explica o regulador.

No entender do regulador, a Jerónimo Martins pode estar a aproveitar-se da parte mais fraca da relação uma vez que “tem uma posição negocial mais forte”. “Suspeitamos que a esteja a usar de forma injusta. Como resultado destas atividades, o fornecedor de produtos alimentares, sobretudo de frutas e legumes, não têm certezas sobre se terão de conceder um desconto adicional ou qual será o seu valor. Assim, ao celebrar um contrato, o fornecedor não sabe quanto vai receber”, lê-se.