Sociedade

Organização feminista levanta petição pública contra "discurso de ódio" de Valete

Num mês, a música "BFF" já teve quase um milhão de visualizações.

A associação Feministas Em Movimento (FEM) lançou, esta segunda-feira, uma petição pública online, onde exige que a indústria da música “se posicione face a conteúdos sexistas e misóginos”, na sequência da polémica em que Valete está envolvido por causa da sua música mais recente, “BFF”.

A associação insurge, através da petição, contra as “atitudes e declarações” do rapper, que terá, alegadamente, ameaçado a jornalista Fernanda Câncio. Na página, a organização feminista considera que o novo single do rapper é “a representação mediática estereotipada da mulher e das masculinidades”, acusando ainda Valete de propagar, através da música, “um discurso de ódio à mulher”.

Para além de criticar o vídeo de “BFF”, a organização critica ainda o vídeo que Valete publicou, na semana passada, a falar do assunto. Na mesma gravação, o rapper fala das “mulheres que vivem como escravas nos subúrbios de Lisboa” – intervenção também criticada na petição em questão.