Economia

Azores. Sindicato pede para não aderirem à greve

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil já tinha convocado uma greve dos tripulantes de cabine da Azores Airlines entre os dias 18 e 21 deste mês.

 O Sindicato do Pessoal de Voo da Aviação Civil apelou ontem aos tripulantes de cabine da companhia aérea açoriana Azores Airlines para não aderirem à greve convocada entre 25 e 28 de outubro.

“Nestes quatro dias em específico há greve porque não podia ser desconvocada, mas como a companhia cumpriu com o que tinha prometido, por uma questão de boa-fé, o sindicato emitiu um pedido de não adesão”, disse a estrutura sindical. 

"Do total de 20 voos planeados para o dia de hoje, foram realizados, até às 16h00 locais [mais uma em Lisboa], os voos programados, exceção feita, à ligação Ponta Delgada-Las Palmas-Ponta Delgada, cancelada por razões meteorológicas", avançou a Azores Airlines.

Segundo a companhia aérea, "os passageiros que se encontravam nestas ligações foram reacomodados em voos extraordinários, a realizar no dia 27 de outubro, tendo sido prestada a assistência em terra habitual nestas circunstâncias".

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil já tinha convocado uma greve dos tripulantes de cabine da Azores Airlines entre os dias 18 e 21 deste mês.