Sociedade

Construção da ala pediátrica do Hospital São João alvo de inquérito do DIAP do Porto

Inquérito está em segredo de justiça.


Foi aberto um inquérito, por parte do Departamento de Investigarão e Ação Penal (DIAP) do Porto, à construção da ala pediátrica do Hospital São João, cuja empreitada arrancou no dia 1 de outubro.

"Encontra-se [construção da ala pediátrica] em investigação no DIAP do Porto, não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça", avançou a Procuradoria-Geral da República (PGR) à agência Lusa, esta segunda-feira.

A agência noticiosa entrou ainda em contacto com o centro hospitalar, que disse não comentar processos que estão em segredo de justiça.

Recorde-se que as obras arrancaram no passado dia 1 de outubro e deverão chegar ao fim no prazo de 18 meses. O projeto de construção da ala pediátrica existia há 10 anos e, até então, o serviço funcionava em contentores.

As 98 camas que a unidade vai disponibilizar vão estar distribuídas por sete pisos, dois dos quais subterrâneos. Situada no edifício principal, vai acolher as especialidades de medicina intensiva, neonatologia, oncologia, cardiologia e cirurgia pediátrica. A primeira unidade de queimados pediátricos da zona norte vai também situar-se neste espaço.

O orçamento para a construção da obra é de 25 milhões.

Os comentários estão desactivados.