Internacional

Governador da Califórnia declara estado de emergência

Esta terça-feira, o incêndio Getty obrigou à retirada de 10 mil pessoas de um bairro de Los Angeles, entre as quais a estrela da NBA LeBron James.

Os ventos fortes e o nível de seca extrema que estão a alimentar ainda mais a fúria dos incêndios levaram o governador da Califórnia a declarar o estado de emergência no estado norte-americano. Já foram retiradas 180 mil pessoas das suas casas para escaparem aos fogos e mais de dois milhões de pessoas passaram a noite de domingo às escuras. Esta terça-feira, o incêndio Getty obrigou à retirada de 10 mil pessoas de um bairro de Los Angeles, entre as quais a estrela da NBA LeBron James.

A Califórnia destacou “todos os recursos” disponíveis para combater os incêndios, disse o governador do estado, Gavin Newsom, este domingo. Para isso, por volta de 2 mil bombeiros foram enviados para conter a cólera dos fogos que alastram por grande parte do território californiano. 

A humidade está a níveis extremamente baixos, oscilando entre 6 e 8%, com os ventos de 100 quilómetros por hora a dificultar ainda mais o combate aos incêndios. A situação está de tal forma complicada que a empresa que fornece eletricidade ao californianos, a Pacific Gas & Electric, cortou a energia a 1 milhão de clientes (perfazendo 2 milhões de pessoas afetadas) para evitar que mais incêndios sejam provocados por descargas elétricas. 

Os incêndios ocorrem em vários pontos da Califórnia. Iniciaram-se num pequeno condado a norte de São Francisco, Sonoma, a 23 de outubro - é a área que mais arde neste momento e tem o nome de Kincade Fire. Já arderam mais de 6400 hectares até este domingo em Sonoma e apenas se conseguiu conter cerca de 5% do incêndio nesta área. 

 Outro foco de incêndio preocupante ocorre a norte de Los Angeles, na cidade de Santa Clarita, intitulado Tick Fire. Mas, até ao final de domingo, os bombeiros conseguiram conter 70% do incêndio, segundo o Los Angeles Times.

É esperado que a situação acalme quando a velocidade dos ventos diminuir e o nível de humidade subir, na terça-feira. Mas mesmo assim a cautela terá de ser grande: a velocidade do vento pode voltar a aumentar na quarta-feira. 

Este ano arderam mais de 84 mil hectares na Califórnia - um número muito menor do que no ano passado, quando arderam por volta de 720 mil hectares.