Internacional

Corpo de líder do Daesh foi sepultado no mar

 Al-Baghdadi tirou a sua vida no fim de um túnel subterrâneo depois de ser perseguido pelas tropas norte-americanas.

O corpo do líder e fundador do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, foi sepultado no mar depois da operação militar norte-americana que o levou a suicidar-se, no passado domingo. Quem o garantiu foi uma fonte anónima do Pentágono à AFP, esta segunda-feira.

Não foram avançados mais detalhes. Ou seja, quando e onde al-Baghdadi foi sepultado. O fundador do Daesh (Estado Islâmico em árabe) teve o mesmo destino que Osama bin-Laden, quando este foi morto pelas forças especiais norte-americanas em 2011, no Paquistão, durante a administração de Barack Obama. 

"O tratamento do corpo foi feito e completado de forma apropriada", afirmou antes o General Mark Milley, chefe do Estado-Maior das forças armadas norte-americanas. Milley adiantara ainda que o enterro tinha ocorrido com base em procedimentos militares dos EUA e "de acordo com a lei do conflito armado". 

Segundo Donald Trump, Presidente dos EUA, Al-Baghdadi tirou a sua vida no fim de um túnel subterrâneo depois de ser perseguido pelas tropas norte-americanas, fazendo - juntamente com os seus três filhos - explodir um colete com explosivos que tinha vestido.

O seu corpo foi posteriormente retirado para proceder à sua identificação, através de testes biométricos e de ADN, segundo os media norte-americanos.