Sociedade

Ordem dos Médicos recebe 20 pedidos de ajuda de pais acompanhados na clínica Ecosado

O bastonário da Ordem diz que os pais ficaram preocupados, "e bem".

A Ordem dos Médicos (OM) recebeu cerca de 20 pedidos de aconselhamento por parte dos pais que estão a ser acompanhados na clínica Ecosado. O bastonário da OM confirmou a informação, esta quinta-feira, à agência Lusa.

Miguel Guimarães acrescentou ainda que “também há casos de grávidas, mas foram basicamente os maridos que tomaram a dianteira. Ficaram preocupados, e bem”.

As grávidas e pais, que estão a ser acompanhados na clínica estão preocupados com as ecografias, tendo-se dirigido ao próprio bastonário.

Recorde-se que a clínica está ligada ao caso do bebé Rodrigo, que nasceu sem parte do rosto. O obstetra foi suspenso pelo Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos depois de não ter detetado, nas ecografias, as malformações da criança. O mesmo médico já era alvo de outros cinco processos na Ordem.

Também na segunda-feira, a  Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo  (ARSLVT) revelou que a clínica Ecosado não tem convenção com a Administração Regional de Saúde ou com o Serviço Nacional de Saúde (SNS), mas aceitou credenciais de exames de utentes encaminhados pelos serviços públicos, tal como foi o caso da mãe de Rodrigo. O bastonário pediu esta quarta-feira que o MP averigue esta situação, que pode "configurar um crime".