Economia

Telecomunicações. Receitas caem 4%

Dados relativos a 2018

Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que o volume de negócios das telecomunicações recuou 4% em 2018 face ao ano anterior, para 5,4 mil milhões de euros.

"A componente de telecomunicações registou uma diminuição de 4,0% para 5,4 mil milhões de euros", refere o relatório sobre as Estatísticas dos Transportes e Comunicações de 2018, divulgado esta segunda-feira.

Apesar da quebra nas receitas, o tráfego de voz com origem na rede móvel cresceu 4,2% para 10,6 mil milhões de chamadas. "Em minutos, o crescimento foi superior (+5,9%) e atingiu 28,3 mil milhões", acrescenta o INE. "Há a destacar os aumentos nas ligações destinadas à rede móvel com prestadores diferentes (+8,6% em chamadas e +10,6% em minutos) e nas ligações à rede fixa (+14,1% e +16,5%, respetivamente)", frisa o departamento de estatística. Já o tráfego internacional cresceu, em minutos, 20,8%.

Em relação à Internet, o relatório mostra que o número de acessos aumentou 5,9% no ano passado para 3,8 milhões.

"Os acessos por fibra ótica continuam a crescer a um ritmo assinalável (+23,8%; +26,8% em 2017)", salienta o INE. No que diz respeito à televisão, "o número de assinantes do serviço de televisão por subscrição voltou a acelerar o crescimento em 2018 (+3,7%; +0,5 pontos percentuais) e atingiu 3,9 milhões de assinantes".