Internacional

PM checo arrepende-se de passado comunista

Milhares de pessoas exigiram a demissão do chefe de Governo.

O primeiro-ministro checo, o bilionário Andrej Babis, disse ter remorsos pelo seu passado comunista durante a cerimónia, este domingo, que assinalou os 30 anos desde que a Revolução de Veludo derrubou o comunismo na então Checoslováquia.

No sábado, cerca de 250 mil pessoas tinham-se manifestado em Praga a exigir a demissão do primeiro-ministro que acusam de corrupção.

Babis nega veementemente as acusações.