Economia

CGD avança com emissão de 500 milhões de dívida

A operação foi conduzida por cinco bancos: CaixaBank, HSBC, Morgan Stanley, NatWest Markets e Société Générale. 

 A Caixa Geral de de Depósitos avançou com uma emissão de 500 milhões em títulos de dívida sénior não preferencial a cinco a anos.

Segundo a Bloomberg, a operação foi conduzida por cinco bancos: CaixaBank, HSBC, Morgan Stanley, NatWest Markets e Société Générale.

Esta é a primeira vez que o banco público foi ao mercado de dívida desde junho de 2018. Nessa altura, também foram emitidos 500 milhões de euros em dívida 'tier2' a contar para o reforço de capital.

Em comunicado enviado, na altura, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a CGD indicou que a emissão tinha um prazo de 10 anos, com opção de reembolso antecipado pelo banco no final do quinto ano a uma taxa de juro de 5,75% nos primeiros cinco anos.

A emissão foi colocada exclusivamente junto de investidores institucionais, sobretudo gestores de ativos, tendo sido a última etapa do reforço do capital da CGD, acordada entre o Estado português e a Comissão Europeia em 2017.