Internacional

Homem que matou seis pessoas na República Checa suicida-se ao ser encurralado pela polícia

O homem terá sido encurralado pela polícia, que lançou um apelo nas redes sociais.

O atirador que, na manhã desta terça-feira, matou seis pessoas na República Checa, suicidou-se ao ser encurralado pela polícia.

O homem de 42 anos colocou-se em fuga após ter disparado por volta das 6h locais – 7h em Portugal – num hospital universitário, em Ostrava. A polícia lançou um apelo nas redes sociais e acabou por encontrar o suspeito, que, ao ser encurralado, atirou sobre si próprio, segundo a Sky News.

Na sequência do tiroteio, morreram quatro homens e duas mulheres.

A polícia terá recebido a chamada de emergência por volta às 7h19 e as primeiras patrulhas chegaram ao local às 7h24.

O ministro da Saúde, Adam Vojtech, e o primeiro-ministro, Andrej Babis, cancelaram os planos para o dia de hoje, tendo o primeiro cancelado uma viagem ao estrangeiro. O Presidente, Juri Ovacacek, terá também dado as condolências aos sobreviventes. “Estou convosco no coração e a pensar em vós nestas horas trágicas”.