Cultura

Tiago Rodrigues é distinguido com Prémio Pessoa 2019

O atual diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II está atualmente a trabalhar numa adaptação de duas das obras de José Saramago, “Ensaio sobre a Cegueira” e “Ensaio sobre a Lucidez”.

Tiago Rodrigues foi anunciado, esta sexta-feira, como o vencedor deste ano do Prémio Pessoa. A distinção – que é uma iniciativa levada a cabo pelo jornal Expresso desde 1987 e patrocinada pela Caixa Geral de Depósitos – procura homenagear, todos os anos, uma pessoa que se tenha destacado nas áreas das ciências, da arte ou da escrita. Para além do diploma, o vencedor recebe 60 mil euros.

O ator, produtor, dramaturgo, encenador e atual diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II está atualmente a trabalhar com o elenco da Royal Shakespeare Company, numa adaptação de duas das obras de José Saramago, “Ensaio sobre a Cegueira” e “Ensaio sobre a Lucidez”.

Na 33.ª edição fizeram parte do júri – presidido por Francisco Pinto Balsemão – Emídio Rui Vilar, Ana Pinho, Diogo Lucena, Eduardo Souto de Moura, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Maria de Sousa, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery e Viriato Soromenho-Marques.

Tiago Rodrigues sucede a Miguel Bastos Araújo, investigador especialista nos estudos das alterações climáticas na biodiversidade. Ao longo de mais de trinta décadas, nomes como a pianista Maria João Pires (1989) ou o cardeal D. Manuel Clemente (2009) receberam este galardão .