Sociedade

Fotógrafo de ondas gigantes encontrado morto em hotel na Nazaré

Rafael Riancho era reconhecido mundialmente pelas suas fotografias na praia do Norte, na Nazaré.


O fotógrafo espanhol Rafael Riancho, conhecido pelas suas fotografias de surf, foi encontrado morto esta quarta-feira, num hotel, na Nazaré.

Rafael Riancho era reconhecido mundialmente pelas suas fotografias na praia do Norte, na Nazaré, e ter-se-á apaixonado pelo mar há cerca de 10 anos. Antes da fotografia, o espanhol, de 64 anos, tinha trabalhado em cinema, publicidade e produção.

Segundo o Correio da Manhã, depois de ser dado o alerta, a equipa de socorro encontrou Rafael Riancho em paragem cardiorrespiratória. O óbito acabou por ser declarado já depois de acionada uma VMER.

A surfista Justine Dupont deixou uma mensagem nas redes sociais, onde recorda a “paixão "em cada trabalho de Rafael Riancho.

“A última fotografia de ontem que me enviaste amigo. Partilhámos tanta diversão e tivemos ótimos momentos contigo por perto (...) Eras tão apaixonado e espalhavas tantas boas vibrações por aí. Mesmo que estive a chover ou vento, ficavas naquele penhasco o dia inteiro se algum de nós estivesse a surfar. Domingo vão estar as condições de que estavas à espera e vamos todos surfá-las por ti, amigo. Já sinto a tua falta”, escreveu numa publicação partilhada no Instagram.

A  PSP tomou conta da ocorrência.