Sociedade

Urgência Pediátrica do Garcia de Orta ainda não tem data de reabertura

Para além do primeiro concurso que houve, para a contratação de duas pessoas, o autarca anunciou que foi lançando, esta segunda-feira, um novo concurso com mais cinco vagas.

O presidente da Câmara do Seixal disse, esta segunda-feira, que ainda não há data de reabertura da urgência pediátrica, que está encerrada entre as 20h e as 8h devido à falta de especialistas.

“Não há uma data para a reabertura da urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, ao contrário daquilo que eram as nossas expetativas. Há um mês, quando reunimos com a ministra da Saúde ela transmitiu que estava a trabalhar em soluções e que seria para breve a reabertura. Hoje, com grande tristeza e insatisfação, recebemos a notícia de que não se perspetiva para breve", disse Joaquim Santos.

O autarca afirmou à agência Lusa que apesar do problema ser “uma menoridade do SNS”, o sistema devia "ter todas as condições para, em primeiro lugar, prestar o direito das crianças à saúde e também daqueles que não podem recorrer ao setor privado". Adiantou ainda, em declarações à mesma agência, que uma nova reunião ficou agendada para janeiro com Marta Temido, para avaliar a situção.

Para além do primeiro concurso que houve, para a contratação de duas pessoas, o autarca anunciou que foi lançando, esta segunda-feira, um novo concurso com mais cinco vagas.

Uma das pessoas contratadas no primeiro concurso já está a trabalhar, e a segunda irá entrar ao serviço no dia 6 do próximo mês.

O hospital encerra todas as noites desde 18 de novembro, porém, o problema já se arrasta há mais tempo. Há mais de um ano saírem 13 especialistas e, segundo o Sindicato dos Médicos da Zona Sul, o problema não ficou resolvido quando foi lançado o concurso pois “ninguém concorreu”.